Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Assim até dá gosto

queubim - Cópia.jpg

Passo com frequência em Campolide, bairro onde vivi na meninice e onde se situa a escola básica Mestre Querubim Lapa, que deve o seu nome a belíssimos painéis de azulejos deste autor. 

Esta escola é uma construção dos anos 50 ou 60 do século passado, e não como vem referido no site da Câmara Municipal de Lisboa, do ano de 1976, e que bem precisa de ser corrigido, o quanto antes.

Tal edifício é muito especial para mim, pois foi a escola da minha primeira e até à quarta classe, e onde conheci a minha primeira professora a Dona Dalila. Parece que me posso incluir no grupo maioritário das pessoas que guardam boas recordações da suas primeiras professoras e continuam a lembrar-se do seu nome muitos anos depois. 

Mas estou a desviar-me do assunto, e se falo hoje desta escola, é pelo facto de a mesma estar a ser, após anos de descuido, primorosamente recuperada. 

Podemos então dizer, que assim até dá gosto, ver o nosso património bem tratado, como merece.

Sempre fechados

grades.jpg

Fala-se agora, entre nós, da imposição ou não, dos trabalhos de casa, para os mais novos. TPC, como são chamados. A maior parte dos alunos do ensino básico levam TPC para fazerem depois das aulas.

Estes trabalhos ajudam à memorização e compreensão das matérias dadas, é inegável.

Mas, coloquemo-nos entretanto, na pele dos pequenos estudantes, no seu dia a dia. Saltam da cama por volta das 7 horas da manhã, ou ainda antes, são deixados pelos pais, nas suas escolas, onde as aulas começam entre as 8 e as 9 horas e são recolhidos depois por volta das 18 ou 19 horas, ou ainda mais tarde.

Ficamos então a pensar, se após uma tão grande jornada, de mais de 12 horas fora de casa, ao regressarem, ainda têm de levar, eles e as famílias, com os referidos TPC. 

Poucas são as crianças que têm o conforto de saírem mais cedo, «apanhados» por algum progenitor, desempregado ou com maior liberdade de horários, ou pelos avós, ou distribuídos nas suas casas, onde terá de estar alguém para os receber, pelas carrinhas escolares. 

Que se aproveitem as muitíssimas horas passadas na escola e nas ocupações de tempos livres, para fazer os tais TPC. 

Mas deixemos que o pouco tempo disponível para a vida em família, seja agradável e não mais uma imposição.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D