Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

O sabor da fruta

laranjas.jpg

Ver dia a dia, um fruto a crescer na árvore, esperar que amadureça e depois ir apanhá-lo e saboreá-lo é um prazer cada vez mais raro.

E o perfume de um pomar, na hora do calor, ao entardecer ou de manhã, ainda orvalhado?

Compramos fruta nos supermercados, quase sempre colhida ainda verde, lavada, e até encerada, alguma, acondicionada no frio, dias ou meses, mas quando chega às nossas bocas, perdeu o seu sabor. 

Procuro escolher sobretudo fruta da época, sempre mais barata, nacional, ou com origem demarcada, por exemplo, e atenção que não sou paga para isto, maçãs de Alcobaça, peras do Oeste, laranjas do Algarve. No tempo das cerejas, venham elas e no tempo dos pêssegos sumarentos há que aproveitar, fazer compotas ou até conservas, para quem saiba.

Temos porém a sorte de poder dispor de fruta portuguesa, vinda das nossas ilhas quase tropicais, a Madeira, e as suas bananas, pequeninas mas muito saborosas e os ananases dos Açores, também pequenos e igualmente saborosos.

Há pois, que saber escolher a nossa fruta. 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D