Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Estrela de Natal

estrela.jpg

Durante muitos anos, tentei conservar as bonitas estrelas de Natal, ou poinsétias, de um inverno para o outro.

Mas aí na altura do Verão as folhas começavam a cair, ficavam apenas os paus e lá se ia a planta.

Até que houve um Natal recente, em que recebi uma, que depois de decorar o presépio, transplantei para um grande vaso na varanda. Foi-me oferecida por uma das minhas noras, que me disse que gostava muito desta planta porque lhe lembrava o quintal da sua avó favorita.  

E ela cresceu, cresceu e está agora a formar as bonitas folhas encarnadas que também lhe dão o nome de «rabo de papagaio ou de arara».

Vai adornar de novo a casa no Natal que se avizinha. É que as tradições são para ser mantidas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D