Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Companheiros de quatro patas

gastao.jpg

Quando um companheiro de quatro patas entra nas nossas famílias, passa a fazer parte delas, para o pior e o melhor.

Entre o pior, estão os momentos de doença e de morte da bicharada. 

Com uma vida relativamente curta, em comparação com a vida humana, quase todos os donos passam por essa fase.

Convivi há tempos com uma amiga, que tinha o seu cão muito doente, sem hipótese de recuperação e a entrar em sofrimento. Falou com o veterinário, porque queria pôr fim àquilo. 

Combinaram o dia e a hora. Apesar de grande e pesado, (era um «husky»), aninhou-o o melhor que conseguiu nos seus braços e foi assim acarinhado, que o animal partiu em grande tranquilidade, segundo me contou. 

No fim, o veterinário disse-lhe: «Poucos são os corajosos donos que querem partilhar os últimos momentos com os seus animais.  Mas acredite, os animais parece que entendem que se trata da despedida, e aceitam-na melhor quando o dono está presente, e também para nós profissionais de saúde a situação torna-se muito mais fácil, com a presença deste.»

Para o Max, que tantas alegrias deu à sua família humana e para o todos os donos em processo de luto, ou não, pelos seus companheiros.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D