Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Ainda os nossos «lulus» (continuação)

Aqui na rua, habita uma cadela preta e branca, alegre e brincalhona, de nome «Laila».

A dona contou-me há tempos a sua história, que no fundo, coincide com a ideia dos «cães que estão à espera dos seus donos».

Uma outra senhora conhecida entra aqui, por ter recolhido uma cadela abandonada, que levou de seguida ao veterinário, tendo então descoberto que a mesma estava grávida.

Passadas semanas lá nasceu a ninhada.

Começa de pronto a procura de novos donos para a abundante cachorrada,

E vai de telefonar à minha vizinha, «tu não queres ficar com um cãozinho, são tão giros?»

Esta respondeu, «está bem se for um macho, pois não gosto de cadelas, dão muito trabalho e despesa, com isto e com aquilo...» 

Concordaram na entrega de um macho, o que ela quisesse, seria a primeira a ir buscar o cachorro, poderia escolher.

Parecia assim,  uma decisão fácil, dado que havia muito mais machos do que fêmeas.

 Mas no dia da recolha, ao aproximar-se da ninhada, uma bolinha felpuda, branca e preta, veio logo alegremente a correr ao seu encontro. E a senhora conta, com um brilho nos olhos, «peguei logo nela, como poderia não o fazer?»

E aqui está a história da senhora que queria um cão e acabou por levar uma cadela, a feliz «Laila».  

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D