Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

O Natal da avó Carolina (continuação)

natal antigo.jpg

 

Afinal como foi o Natal da avó Carolina, perguntam alguns?aqui

A avó, dona da sua cabeça, decidiu ela própria ficar no lar.  Não queria correr riscos desnecessários, ela que já tinha sido infetada com covid, logo no princípio da coisa e tinha estado hospitalizada mais de uma vez, sabia bem o que temia.

Recebeu uns dias antes, a visita dos netos, todos testados negativamente e ficou muito contente com as fotos de telemóvel que estes lhes mostraram das suas atividades e dos membros mais novos da família, alguns que chegaram entretanto e que ela ainda nem conhecia.

No dia de Natal houve uma chamada coletiva para a avó. Contudo, nada de imagens, porque a tecnologia da avó não o permite, mas fizeram-se fotos de grupo que serão impressas e lhe irão chegar, em breve.

E assim se passou mais um Natal em pandemia. E como será o próximo?

Apenas uma história de Natal

natal.jpg

Mais ao menos, por este altura do ano, e já lá vão muitos, as professoras de Trabalhos Manuais e de Moral do liceu que frequentava, resolveram dinamizar a troca de prendas natalícia, com o sorteio do amigo secreto.

Ficou assim combinado que as lembranças seriam feitas por cada aluna e seriam depois trocadas num determinado dia com a nossa amiga secreta.

Em breve começaram a perfilar-se nos armários as prendinhas de cada. Desde logo, me saltou à vista uma, para mim lindíssima estrela de Natal, feita com círculos de papel celofane vermelho enrolado em cornucópia, assente numa base de cartolina redonda e com uma bola vermelha no centro. Aquela estrela era sem dúvida o enfeite mais bonito que eu alguma vez vira.

No dia certo, chamaram-se as alunas uma a uma e fui eu que recebi maravilhada a referida estrela. Eu era a amiga secreta da sua autora, facto que desconhecia. 

Guardei a estrela durante muitos anos. Foi compondo diferentes árvores e presépios, até que  acabou por se desfazer por mais cola e fita cola que eu usasse. 

Há muito que esqueci o presente que então ofereci, alguma insignificância sem jeito por certo, mas recordo até hoje com gratidão e encantamento aquele que recebi. 

A pandemia e as nossas avós

gulb.jpg

A avó Carolina já conta muitos anos. Em numero redondo podemos dizer que está dentro dos noventa e perto da centena. A avó está desde algum tempo a viver num lar para pessoas de idade, dada a sua fragilidade e as suas condições de saúde, ou de falta dela.

Vive conformada com isso. Tem a cabeça no lugar e reconhece que está mais acompanhada na instituição do que na sua própria casa. 

Recebe visitas com muito agrado e tem feito amigas no lar.

Esta avó costumava passar a temporada de Natal rodeada dos filhos, netos, sobrinhos e demais família. Mas este ano, aliás como no ano passado, ainda ninguém sabe bem como vai ser.

Trazer a avó, talvez? E os perigos do contágio? E a eventual e detestada quarentena, fechada no seu quarto, depois do seu regresso?

Ir visitá-la ao lar? Mas a instituição pede de novo aos familiares para reduzirem as visitas?

E assim estamos num novo Natal, com muitos dos nossos anciãos ainda mais isolados, fechados e tristes.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D