Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Primeiro foram as baratas

arte antiga.jpg

Primeiro foram as baratas, apareceram por todo o lado, sorrateiras, nas arrecadações, nos andares e nas escadas.

As caixas de correio encheram-se de mensagens de preocupação. A administração do condomínio chamou especialistas, firmas conceituadas e fizeram-se desinfestações. Mas volta e meia surge sempre uma sobrevivente.

Os especialistas chamados dizem, mas não sei se será alguma técnica de marketing para serem sempre chamados, que não se pode esmagar uma barata porque elas ao agonizar, libertam ovos. O que é verdade é que as ditas, segundo os queixosos, parecem sobreviver, embora eu nunca tenha visto nenhuma.

Agora novos alertas no correio eletrónico, desta vez acerca de ruídos e vibrações de baixa densidade, sentidos no prédio, impeditivos de dormir, ninguém sabe a origem, algum aparelho elétrico, alguma caixa de ar? Mais especialistas chamados, nem sei quais, mas o condomínio lá saberá...

No fim de semana, andei a encher almofadas e apesar dos cuidados, ficou uma poeira branca que o vento dispersou pelas varandas.

Enchi-me de pavor, que praga poderia vir a seguir e que novos especialistas poderiam ser chamados?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D