Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Levar uma boa patada

t paco pe.jpg

A levar mais uma patada é como os portugueses se devem estar a sentir com as notícias de outro banco a patinar.

Ele foi o Banco Português de Negócios, ele foi o Banco Espírito Santo, ele vai ser ainda o Novo Banco, o Montepio e sabe-se lá que mais. Agora é a história do Banif.

Mas o filme é o mesmo.

Ou seja, tem sido sempre o contribuinte a aguentar. 

Em nome de quê? Da estabilidade financeira? Valerá a pena, quando se antevê a fragilidade do sistema financeiro português? 

Cortam os vencimentos, aumentam os impostos, reduzem as pensões e os apoios sociais, mas para os bancos e os seus buracos, vai havendo sempre dinheiro.

Só gostava de fazer uma pergunta a quem me conseguir explicar, porque será que quando as coisas vão bem e os bancos dão lucro, esses lucros são distribuídos em dividendos, prémios, comissões e outras vias, e quando as coisas correm mal, então venha cá o Estado, melhor dizendo o «pagante»?  

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D