Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Diz o roto ao nu

procissão.jpg

Chamar feio e desdentado a quem quer que seja, não fica nada bem, não senhor. Dizer que os transmontanos são assim, ou que os alentejanos são assado, é cavar o fosso estúpido do desentendimento e da maldadezinha.

Quanto ao incidente a que me refiro, e que teve lugar há mais do que cinco anos, parece que ainda a procissão vai no adro dado o grande enfoque agora dado na comunicação e nas redes sociais.

O seu autor já pediu desculpa, é certo. Mas será caso para pensar, será que o dito já se viu ao espelho, ou estaremos a viver mais um exemplo do ditado popular, do roto a apontar o dedo ao que vai nu?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D