Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Casinhas para férias

casinhas ferias.jpg

Um dos poucos negócios que tem crescido no país, para pequenos investidores, tem sido o das «casinhas para férias», «hosteis», «bed and breakfast», ou turismo de habitação, ou lá como lhe queiram chamar.

Dizia-me há dias, pessoa conhecida, «quando fiquei desempregada, divorciada e com filhos a cargo, tentei muita coisa, mas nada deu certo. Emprego, percebi que ninguém me iria oferecer, então lembrei-me das casinhas do meu avô, numa praia do Algarve. Juntei as poupanças, pedi ajuda a familiares e recuperei as casas, outrora abandonadas. Foi o melhor que fiz. Tenho tido sempre grande procura para as casas, mais no verão, mas também noutras épocas, tenho tudo legalizado e inscrito numa plataforma internacional, pagando o que é devido. E hoje posso dizer que é disto que consigo viver.»

Parece que Portugal se está a transformar num enorme hostel da Europa, mas enquanto for dando, é melhor aproveitar. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D