Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ninguém é feliz sozinho

Ninguém é feliz sozinho

Anel de noivado

noivos.jpg

Andei com o meu filho a procurar anéis de noivado, e verifiquei que a coisa não é tão simples como poderia parecer. 

Primeiro que tudo há que acertar na medida, ora como a ideia é que seja surpresa, não se pode pedir à namorada, «ora empresta-me lá um anelito dos teus, um que não esteja largo nem apertado, um que te esteja mesmo bom.»

Depois há a questão orçamental, que excede quase sempre aquilo que o jovem pretendente pensava gastar.

E para complicar há o facto de muitas lojas trabalharem com mostruários e terem de encomendar as peças, ou seja, uma semana para a encomenda, duas para a oficina, e ainda uma outra semana para o contraste oficial da Casa da Moeda.    

E assim já lá vai um mês e a data inicial sonhada pode ficar lixada.

De tal modo, que a menina da loja acabou por sugerir, fazer como alguns outros noivos, levar o falso anel apenas mostruário para fazer o efeito pretendido, pagar e encomendar o anel verdadeiro e esperar que ele apareça e que dê tudo certo no final. 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D